Caseína

Descubra por que o suplemento Caseína vem ganhado muita fama por praticantes de musculação e outras atividades físicas

Está mais do que claro que o universo fitness veio para ficar e ter um corpo malhado está no topo da lista de desejos de muita gente. Aliados não faltam e, dentre eles, a caseína é um dos nomes fortes da suplementação.

Todos nós sabemos que a atividade física (exercícios aeróbios e treinamento muscular, seja ele através da musculação ou de exercícios funcionais, dependendo do objetivo de cada pessoa) é a maior responsável pelo equilíbrio mente e corpo. Porém, somente em conjunto com a reeducação alimentar e a suplementação é que os tão famosos “gominhos” no abdômen ou os quadríceps saltados aparecerão.

A Caseína

A variedade de suplementos para quem quer ganhar massa muscular é imensa. Um dos nomes mais famosos é a caseína. Essa nada mais é que uma proteína encontrada em abundância no leite de vaca (presente em cerca de 80%), e que fornece ao nosso corpo aminoácidos essenciais, assim como o BCAA, que não são produzidos naturalmente pelo nosso organismo. A caseína facilita a união das células aquosas (de água) e as células adiposas (de gordura),  que formam um tipo de gel que vai agir diretamente no intestino. Esse gel diminui a velocidade com a qual a caseína passa pelo intestino, aumentando a absorção de seus compostos.

Qual a indicação da Caseína?

caseina

Quando passamos longos períodos sem comer (períodos de jejum que excedam 3 horas), nosso corpo passa a estocar gordura e, para ter energia para continuar com suas atividades, ele passa a se ‘alimentar’ de outras fontes, nesse caso, os músculos. Isso se chama catabolismo. Mesmo quem segue a regra de ouro de se alimentar de 3 em 3 horas, fica pelo menos de 6 a 8 horas em jejum quando dorme. Aí que entra a principal função da caseína.

A caseína, quando consumida à noite, inibe esse processo de deterioração muscular, o catabolismo, pois a caseína é uma proteína time-released, ou seja, liberada gradualmente no organismo, mantendo o nível de proteína na corrente sanguínea. Para se ter uma ideia, quando consumimos whey protein, essa proteína fica presente na corrente sanguínea por até 3 horas, quando é hora de nos alimentarmos novamente. No caso da caseína, esse período chega a ser maior que o dobro, pois ela fica presente na corrente sanguínea por até 7 horas.

Quando consumida durante o dia, a caseína promove uma maior saciedade, por causa do gel formado pela união das células aquosas e adiposas, como dito acima, o que ajuda e muito quando aquela vontade de se jogar no chocolate – ou em outras comidinhas gordurosas – aparece. Além disso, consumida à noite ou durante o dia, a caseína é um auxilia no crescimento muscular.

Como tomar Caseína?

Partindo do princípio que todo indivíduo é único e isso deve ser priorizado principalmente na suplementação, o melhor profissional para indicar o horário ideal para o consumo da Caseína é seu nutricionista. Ele é quem conhece seu organismo, sua dieta e sua rotina de treinos, além de saber qual a quantidade de proteína que você precisa. Na maior parte dos casos, o consumo é feito à noite visando a manutenção do ganho de massa magra.

Em quais alimentos encontro a Caseína?

Como mencionado, ela é encontrada principalmente no leite. Porém também é encontrada nos derivados desse alimento: iogurtes, queijos, manteiga, etc. Ao escolher consumir caseína através da alimentação, não se esqueça de procurar os laticínios com baixos teores de gorduras, como o queijo cottage, iogurtes com 0% de gordura e margarinas light. Outros alimentos que têm alto teor de proteínas e que podem substituir o uso da caseína são o atum (natural), filé de Saint Peter (tilápia), clara de ovos, etc. Novamente, a quantidade desses alimentos deve ser especificada pelo nutricionista.

Caseína e seus Efeitos Colaterais

Assim como a lactose (o ‘açúcar’ do leite), a caseína é considerada uma grande vilã por muitos. Isso porque, alguns estudiosos acreditam que a caseína só trás benefícios ao bezerro, que possui o organismo que pode absorvê-la corretamente. A caseína ainda é tida como altamente inflamatória aos humanos. Portanto, todo cuidado é pouco. Somente com a orientação do profissional correto é que a suplementação será sua aliada na busca do corpo sonhado.









Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(2 votos, média: 4,50 de 5)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...