Fruta engorda? Se consumida em excesso, sim!

As frutas são um dos alimentos mais saudáveis, porém por ter frutose pode fazer ganhar peso se não ingerido com moderação

As frutas devem fazer parte de uma dieta de reeducação alimentar para que se possa alcançar a forma desejada com saúde. Porém, como qualquer outro alimento, se consumidas em quantidades excessivas podemos afirmar que fruta engorda.

O valor calórico das frutas é bem variado, porém mesmo as de maior quantidade de calorias não podem faltar no dia a dia de quem quer emagrecer, pois possuem outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do organismo.

Afirmar que fruta engorda não é verdade, mas também não é necessariamente incorreto. Vamos ver a seguida o porquê não se pode afirmar nem negar isso.

Frutas são essenciais

fruta engorda

As frutas são fontes naturais e ricas de várias vitaminas, diversos sais minerais, fibras alimentares, proteínas e carboidratos. Opções ideais para os lanches saudáveis entre as refeições auxiliam em todas as funções do organismo, promovendo o equilíbrio necessário que ele precisa para emagrecer.

As frutas têm poucas gorduras e calorias e muitas auxiliam na desintoxicação do organismo e muitas aceleram o metabolismo promovendo a queima de gordura localizada.

A quantidade diária ideal de porções de frutas é de 3 a 5.

Fruta engorda?

Como as frutas são fontes de carboidratos, muitas pessoas evitam consumi-las. O que essas pessoas precisam levar em consideração é que esse carboidrato que foi considerado o vilão de muitas dietas é o carboidrato refinado, aquele presente em açúcares e na farinha refinada (farinha branca encontrada no pão, arroz, tortas, etc) e não o que é parte da fruta.

Quando esses carboidratos refinados são consumidos, causam picos de insulina na corrente sanguínea. Esses picos estimulam o depósito de gordura localizada principalmente na área do abdômen e dos quadris.

O carboidrato encontrado nas frutas não causa o pico de insulina, portanto a fruta engorda somente se você consumir quantidades excessivas dela.

A caloria das frutas

Algumas frutas são mais calóricas que outras, mas conforme mencionado acima, mesmo as de maior valor calórico precisam ser consumidas porque apresentam outros nutrientes essenciais ao bom funcionamento do organismo.

Veja alguns exemplos de frutas e suas calorias:

As mais calóricas: abacate, banana, açaí, manga, uva, goiaba, coco e caqui. Considerando a quantidade de 100 gramas, o coco é a fruta mais calórica. Isso porque é rica em gordura BOA. Cem gramas de coco tem aproximadamente 266 calorias.

O açaí vem sem segundo lugar, com 247 calorias, porém é uma fruta com alto poder antioxidante que ajuda a eliminar toxinas, fornece energia e retarda o envelhecimento precoce.

O abacate e a banana vêm em terceiro e quarto lugares, com 108 e 95 calorias respectivamente. A gordura do abacate é essencial para as funções metabólicas do organismo e a banana, rica em potássio, auxilia a contração e proteção da musculatura, além de evitar câimbras.

Vale lembrar que frutas em caldas não podem ser consideradas como fonte natural de nutrientes, pois as caldas com extremamente doces, causam os efeitos mencionados acima.

Pode-se afirmar que a fruta engorda quando as porções de frutas desse grupo são consumidas várias vezes ao dia.

As menos calóricas são: acerola, carambola, mamão, morango, melão e melancia.

A acerola é a fonte ideal de vitamina C, que é conhecida por ser antioxidante e atua na desintoxicação do organismo, limpando o fígado e o intestino que são os órgãos mais prejudicados com o excesso das toxinas no organismo.

O mamão apresenta quantidades altas de fibras que promovem uma maior sensação de saciedade entre uma refeição e outra, além de ajudar na absorção dos nutrientes e no bom funcionamento do intestino.

O melão e melancia são frutas que apresentam água na maior parte de suas composições e, por isso, são alimentos desintoxicantes e antioxidantes.

Mesmo essas frutas com menor valor calórico devem ser consumidas com moderação, de outro modo, elas vão contribuir para o aumento de peso.

Considerações finais

Todo alimento possui valor calórico, mas isso não significa que eles contribuem para o ganho de peso. Os alimentos devem ser consumidos em suas formas naturais para que todos os nutrientes sejam absorvidos e aproveitados da melhor forma possível pelo organismo.

O emagrecimento com saúde se dá através da combinação da reeducação alimentar e da prática frequente de atividades físicas.

Apesar de ser natural e nutritiva, a fruta engorda se consumida em excesso ou com acompanhamentos como caldas açucaradas, sorvetes e outros alimentos extremamente gordurosos.









Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(5 votos, média: 3,60 de 5)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...