Venlafaxina Engorda

Será que Venlafaxina engorda? Para que serve? Quais efeitos colaterais tem?

Qual a função do cloridrato da venlafaxina? Certamente não é um inibidor de apetite, portanto, a preocupação se a venlafaxina engorda deve ser a última das preocupações de quem a ingere.

Diariamente somos bombardeados com imagens e mensagens que ditam o que é um corpo perfeito. Muitas pessoas determinadas a alcançarem um corpo malhado e definido são capazes de grandes loucuras para atingirem seus objetivos.

Chegam ao extremo de deixar a saúde de lado e lançam mão de dietas super-restritivas e totalmente insanas, além de ingerirem tudo o que lhes é indicado: laxantes, antidepressivos, diuréticos, entre outros.

Porém, o que essas pessoas não se dão conta – e quando se dão, geralmente já é tarde demais – é que os problemas que terão em consequência de sua fixação pela forma perfeita serão bem mais graves do que estar acima do peso.

Por outro lado, há aqueles que, vítimas da vida moderna e do stress e a ansiedade que ela acarreta, precisam fazer uso de antidepressivos, uma vez que a depressão tem sido considerada uma doença crônica. Isso significa que o tratamento terá de ser realizado por um longo tempo.

Aproximadamente 45% das mulheres brasileiras acreditam que antidepressivos engordam e, por isso, a dúvida se a venlafaxina engorda. Antes de qualquer conclusão, vamos conhecer um pouco mais sobre essa substância.

O que é e para que serve a Venlafaxina?

O cloridrato de venlafaxina (ou apenas Venlafaxina como é mais conhecida) é um antidepressivo indicado para o tratamento da depressão, associada ou não com a ansiedade. Seu tratamento mostrou eficácia a médio (3 meses) e longo prazos (1 ano). A melhora dos sintomas pode ser percebida com apenas alguns dias de uso do medicamento.

Essa substância atua no cérebro regulando as produções da serotonina e da noradrenalina. Quando descompensadas, essas substâncias causam a depressão.

A Venlafaxina engorda?

Foto da Venlafaxina

Em primeiro lugar, é necessário que fique claro a diferença entre fome e vontade de comer (compulsão).

A fome é resultado de uma ação química no nosso organismo. Os níveis de glicose na corrente sanguínea (glicemia) quando estão baixos sinalizam o hipotálamo que, por sua vez, manda um sinal para o corpo “dizendo” que estamos com fome e precisamos nos alimentar.

A vontade de comer independe da fome. Geralmente, nos episódios da vida em que se sente um grande nível de ansiedade, a pessoa é acometida por uma vontade irresistível de comer, como se esse alimento (qualquer alimento que estiver na frente da pessoa) a confortasse de alguma maneira e diminuísse o sofrimento da ocasião.

São quantidades exageradas e geralmente alimentos com calorias vazias, ou seja, são extremamente pobres em nutrientes e altamente calóricos (açucarados e gordurosos).

O que acontece, porém, é que, como o próprio nome diz, essa compulsão simplesmente não passa. A pessoa come cada vez mais e o aumento de peso é inevitável.

Ao iniciar o tratamento com o antidepressivo, esses episódios de depressão e ansiedade tendem a diminuir de intensidade até se tornarem totalmente nulos. Com isso, a compulsão alimentar também cessa e a pessoa volta a ter hábitos alimentares normais.

É por esse motivo que não podemos afirmar que a venlafaxina engorda. A pessoa passa a se sentir capaz de seguir uma dieta e não há mais aquela busca frenética por comida. Além disso, a pessoa passa a ter uma autoestima melhor, o que faz com que ela tenha um cuidado maior com sua aparência.

Efeitos Colaterais da Venlafaxina

Dentre os efeitos colaterais da substância encontramos: boca seca, tremores, insônia, enxaquecas, etc.

Caso a dúvida em relação às reações diversas se resuma apenas ao fato se a venlafaxina engorda ou não, fique tranquilo.

Primeiro porque essa não é a função desse medicamento, ou seja, ele não é um estimulante e nem um inibidor de apetite. Pelo que pudemos ver acima, a venlafaxina, sem querer, acaba tendo o efeito contrário e, ao iniciar o tratamento, a pessoa perde peso.

Em segundo lugar, algumas pessoas possuem um pouco mais de sensibilidade à substância e como resultado de sua ingestão, a pessoa sente enjoo e inapetência (falta de apetite), o que torna impossível dizer que a venlafaxina engorda.

De qualquer maneira, vale lembrar que o objetivo principal do tratamento com esse medicamento é o tratamento da depressão e ansiedade que, quando não tratadas, afetam não só a vida daquele que as tem, mas também de todos ao redor. Dizer se venlafaxina engorda ou emagrece não tem importância alguma quando o assunto é a depressão. Cuide da sua saúde, pois isso é o principal!









Gostou desse artigo? Dê seu voto!

(80 votos, média: 4,11 de 5)

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente!
Loading...